Marvel desenvolveu um esquema de estruturar os seus filmes que faz até uma estória de heróis B como os Guardiões da Galáxia ser um sucesso absoluto no cinema.

Apresentando super-heróis problemáticos, carismáticos e virtuosos que a princípio se odeiam, as estórias começam com a ambientação do mundo da personagem principal e um imenso trauma que a ajudou a construir o seu caráter. Sua conduta adulta é marcada por atos anti-heróicos, seja roubando Orbes em um planeta distante, seja sendo um ricaço narcisista.

Com esse elemento de “herói não tão clássico”, vem um dos fatores mais importantes pros filmes da Marvel, que é o humor pontual; todos os super-heróis fazem o público rir pelo menos uma vez, alternando entre o sarcasmo demasiado, a teimosia demasiada ou mesmo a burrice demasiada.

maxresdefault
Da esquerda para a direita, ordem decrescente do nível de Testosterona (youtube.com)

Acompanhando esses toques de humor, sempre temos as clássicas perseguições implacáveis, explosões cabulosas e situações extremas que quase destroem os heróis no segundo ato. Essas provações – além de serem espetaculares pela tecnologia empregada e a adrenalina gerada na audiência – fazem com que os super-heróis se aproximem; tanto um do outro quanto de cada um consigo mesmo, reconhecendo a sua sombra e aceitando que a única maneira de vencê-la é trabalhando por um bem maior.

Depois disso, é traçado um plano genial capaz de destruir as defesas intransponíveis dos tiranos do Universo e seus exércitos N vezes mais numerosos, em um clímax que expõe o altruísmo, o trabalho em equipe e o esforço sobre-humano pelo qual os heróis devem passar se realmente desejam salvar a Terra ou a Galáxia, sendo capazes, inclusive, de entregar a própria vida para tal; seja atravessando um portal que leva diretamente ao espaço, seja segurando com mãos nuas um átomo capaz de fuder com a porra toda.

Todos esses fatores sempre são conduzidos por outro fator importantíssimo pra Marvel; a trilha sonora, cheia de hits clássicos do rock ou do pop, muito maiores que modismos musicais altamente solúveis, que são redescobertos pela geração atual e, automaticamente, passam a ser instantaneamente ligadas ao filme.

53b32e8d1ff8c
Instruções de uso: sempre tenha em mãos uma caneta Bic para rebobinar a fita (marvel.com)

Com todos esses elementos expostos em um roteiro bem amarrado, atores carismáticos em boas performances e a já presente pré-disposição do público a curtir uma estória de super-heróis, a Marvel está em outro patamar no cinema atual, quebrando recorde atrás de recorde, até com filmes em que 50% do cinema não consegue citar o nome dos cinco heróis principais logo depois da sessão.

Parabéns para os diretores, produtores e roteiristas envolvidos nesse trabalho, que perceberam perfeitamente o que o grande público espera quando vai ao cinema e utilizam todos esses elementos com maestria.

Agora fica a torcida para que a DC, junto com a Warner, alcance esse nível de empatia com o público nessa grande série de novos filmes, não apenas com seus heróis principais como também com os “coadjuvantes”.

 

Texto originalmente publicado no site cuzcuzliterario.com.br, em 2014

Anúncios